artigos


Aproveite para tomar contato com os artigos de Carlos Bernardo González Pecotche, criador da Logosofia.

Os demais artigos foram extraídos de trabalhos realizados por logósofos, com resultados alcançados na prática dos conhecimentos oferecidos por essa ciência.

Os artigos poderão ser reproduzidos livremente desde que sejam mencionados o nome da Fundação Logosófica, o site www.logosofia.org.br e o nome de seus autores.

Cada um é responsável pelo seu destino

O empenho constante de superação é o dínamo que move a vontade do homem para a conquista de sua integridade moral.

Se cada um pensasse seriamente nisto e procurasse que a verdade triunfasse sempre em seus pensamentos e atuações, veria que, à medida que se consagra, lhe irá sendo menos difícil amparar-se na realidade, porque então, será a realidade mesma que lhe governará os atos. Quantos há que, vivendo na aparência da verdade, devem desmentir a si próprios em cada ocasião!

Se o homem tivesse presente, em todos os momentos de sua vida, que os pensamentos, palavras e atos o ligam a seus semelhantes, e também a seu passado e a seu futuro, facilmente compreenderia que nele está forjar sua felicidade ou sua desventura. Certamente, não é tarefa fácil a do aperfeiçoamento das qualidades humanas, mas esta fica amplamente compensada com o bem com que favorece tal realização.

Ao fazer um exame de seus valores, o homem não deve avaliar a mais aquilo que há de ser a justa medida do próprio conceito.

Conseguir que as gerações futuras sejam mais felizes que a nossa, será o prêmio mais grandioso a que se possa aspirar
É preferível que os demais dêem a pauta acerca do valor de seus merecimentos; desta maneira, saberá regular sua conduta, a fim de que a parte que nele existe, floresça cada dia, dando-lhe uma flor a mais de felicidade para adornar essa vida tão atribulada, tão penosamente vivida, por causa – repito – dos males que o ser deve sofrer por efeito dos erros do passado e dos que comete no presente.

Cada dia faz-se mais necessário que o homem confronte os momentos que vive a humanidade com sua própria conduta, a fim de ver se é possível diminuir essa imensa montanha de erros que ameaça esmagar o mundo; coisa fácil de fazer se, esforçando-se em diminuí-la, se comporta como deve, como exige a lei: sã e lealmente.

Faça, pois, o indispensável para que rapidamente se possa respirar no mundo o ar feliz da paz. Para isso bastará, tão-somente, que um punhado de seres se empenhe em fazer que sejam muitos os que sigam esse exemplo.

Conseguir que as gerações futuras sejam mais felizes que a nossa, será o prêmio mais grandioso a que se possa aspirar. Não haverá valor comparável ao cumprimento dessa grande missão, que consiste em preparar para a humanidade futura um mundo melhor. 

Trechos extraídos do livro Introdução ao Conhecimento Logosófico págs. 251 e 252
Cadastra-se Projeto Cultural